Margareth dos Anjos Santos

   Margareth dos Anjos Santos é mãe do Maurício Voltaire, mulher negra, publicitária, funcionária pública, pesquisadora acadêmica, escritora e apaixonada pelos livros.  A escrita sempre a rondou, desde a infância.  Eram diários, cartas, textos, poesias.  Na adolescência tinha como hábito deixar um bloco e uma caneta ao lado da cama.  As ideias surgiam pela madrugada...  O tempo foi passando e a escrita acompanhou sua trajetória, mas sempre informalmente, sem grandes pretensões.  Mas, a paixão pelos livros a empurrou até que sua escrita preenchesse páginas do “Negras Crônicas – escurecendo os fatos”.  Projeto literário da Editora Villardo responsável por reunir crônicas escritas exclusivamente por mulheres negras.  Margareth teve um de seus textos selecionados para compor o livro que foi lançado na XIX Bienal Internacional do Livro, no Rio de Janeiro. 

 

   Margareth costuma dizer que é feita de carne, osso e letras e a vida acadêmica a conduziu para novas páginas. Em 2018, com a dissertação pronta, após concluir o curso de mestrado em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas, pela FEBF/UERJ, veio também a vontade de publicar essa escrita, um projeto que parecia distante.  A aproximação com a Editora Villardo, através do “Negras Crônicas” transformou a vontade em realidade.  Tendo o Jongo, dança de origem africana que surgiu nas senzalas brasileiras, como guia da sua pesquisa e o Grupo Afrolaje como referência “ A Construção da Identidade da Criança Negra pela Ludicidade do Jongo” se materializa em um livro lindo que passeia pelas Rodas, Giras das Saias e Canto dos Pontos de Jongo que ecoam em cada página, através das letras.

Títulos pela Editora Villardo: 
Mais do Autor
Instagram

                              © 2017 Editora Villardo Ltda. Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução da logomarca e de outras imagens sem autorização prévia da editora.

CNPJ: 25.097.422.0001/58

Desenvolvido por Eduarda Rodrigues